Pular para o conteúdo

Presidente Costa e Silva

No período militar, as sucessões se davam no âmbito do Estado Maior do Exército. Posteriormente o ungido comparecia ao Gabinete do Líder da ARENA no Congresso para ser institucionalizado e para combinar o ritual da “convenção partidária” onde teria “ indicada” sua candidatura pelo processo de aclamação. Um deles, Arthur da Costa e Silva, da linha dura, mas pessoalmente bonachão e de trato afável. Esta ele no Gabinete dialogando com todos, descontraidamente e sem cerimônia, quando me aproximei ( eu era assessor da liderança)e lhe perguntei:”General o senhor vai sentir muita diferença entre a vida na caserna e na política?”Respondeu : “Creio que não, quem está na chuva é pra molhar.”
Voltei: “E as piadas a seu respeito que já começaram a pipocar na mídia e nas conversas de boteco?” Deu uma gargalhada e disse:” Me chamam de burro? Todos os que me antecederam de uma forma ou de outra estiveram no anedotário e às vezes como corno ou ladrão… você vê que eu estou ganhando…. né?” Eu falei: É…….(com todo respeito, pensei….)

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: