Pular para o conteúdo

CUIDADO COM AS DESPEDIDAS…..

Determinada empresa pública em Brasilia tinha como titular um cidadão que poderia ser indicado para cuidar de Penitenciária de Segurança Máxima ou de Bedel no trabalho de criminosos nas Minas de Enxofre, menos em uma instituição com mais de vinte mil  funcionários. A sua conduta de dirigente era a pior possível em gerenciamento de pessoal. Passava o tempo buscando uma forma de prejudicar os seus servidores, além da grosseria no trato pessoal.Enfim, gozava do repudio de todos . Quando veio a grande notícia de sua exoneração, a Associação dos Servidores formou uma comissão para se dirigir ao  ” Chefe Querido” e comunicou ao mesmo que todos os funcionários estariam presentes na grande  homenagem que iriam prestar por sua despedida.

Como todo déspota não consegue enxergar a um  palmo do nariz e menos ainda vislumbrar que a unica coisa que consegue angariar de outrem é a tremenda antipatia lá foi para a “festa” acompanhado da familia e seus convidados. O Presidente da Associação anunciou que o unico discurso seria o dele homenageado e que a resposta iria ser dada no formato musical  executado pela Banda especialmente contratada. Aos primeiros acordes o sorriso agradecido  estampou naquele semblante mas logo sumiu quando ouviu a musica ” Vai vagabundo, boa viagem !!!” entoado pelos cinco mil funcionários ali reunidos….Portanto aconselho aos atuais dirigentes procurar pesquisar como anda seu prestigio junto à “tropa” antes de aceitar convites de homenagens na sua saída….

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: