Pular para o conteúdo

A MOEDA DA GRATIDÃO NÃO FOI CUNHADA PARA MUITOS….

 

 

 

 

Foi com muita decepção ao ouvir no programa eleitoral do PSDB. declaração do Senador Aécio Neves, visando se promover de forma sensacionalista, para fins eleitorais, que recebeu o governo sem dinheiro até mesmo para pagar funcionários, como se estivesse em estado de falência e que graças a receitas milagrosas, conseguiu reerguer o Estado.
Estou decepcionado, porque faltou dizer, a não ser que por economia de palavras, que recebeu o Estado com dificuldades assim como ocorreu com todos os governadores, e se pretendeu dizer que com ele foi pior, para se valorizar, acabou cometendo um ato que o desmerece: o da falta de gratidão.
O PSDB, além de ser adversário político do Governo do Estado e mesmo tendo durante a gestão de Itamar Franco causado toda as formas possíveis de obstrução não tinha a mínima condição, pelo menos em curto prazo, de eleger o Governador se se levar em conta os resultados eleitorais recentes.
No entanto, Itamar Franco, em duvidosa argucia, decidiu romper com os seus aliados, com o seu partido, criando para si uma série de inimizades, e ao invés de deixar o Governo assumindo uma candidatura vitoriosa ao Senado, permaneceu no cargo, também sem se candidatar à reeleição oferecendo um apoio total e irrestrito ao então Deputado Federal Aécio Neves, oposicionista, o que lhe propiciou a vitória naquelas eleições, sem exigir qualquer tipo de participação no Governo, sequer indicando um nome para Vice Governador, ou mesmo para Secretários de Estado, do mesmo modo com que procedeu elegendo o Presidente Fernando Henrique, também do PSDB, legenda também oposicionista e de igual forma sem perspectivas eleitorais naquele momento,
No entanto, com poucos meses de Governo o Secretário de Planejamento Antônio Anastasia, com a aprovação do Governador, concede uma inesperada entrevista a uma revista nacional, sem nenhuma cerimonia, com argumentação falaciosa procurando desqualificar a gestão anterior.
Itamar se surpreendeu com o procedimento por parte daquele que elegeu, uma vez que transmitiu o Governo a Aécio, sem duvida com uma situação financeira não eufórica, mas sem dívidas e com o pagamento de servidores em dia e com uma situação melhor da que recebeu , assim como Azeredo entregou em situação melhor que recebeu de Hélio Garcia e assim, por diante. Falta humildade ao Senador a não querer se igualar aos seus antecessores.
Disposto a romper politicamente com seus detratores não o fez em face de pedidos de desculpas formulados ao pé do ouvido. Na verdade Itamar não desejava, em curto prazo, se apresentar como tendo errado em sua escolha, mas essa amargura esteve sempre presente até sua morte.
t
E não foi a única vez, que assim procedeu o então Governador, pois de outras
tantas vezes, ao festejar algum feito administrativo ou em campanhas
eleitorais, entendia como entende agora, essencial desqualificar o Governo de
Itamar para seu proveito, sem considerar agora que o mesmo já faleceu e não
tem como se defender, a não ser através de seus antigos auxiliares e amigos
que não permitirão como não permito ouvir em silêncio essas ignomínias.
E também, embora não seja meu desejo agir da mesma forma, desqualificando
o seu decantado Choque de Gestão, é preciso que se diga que ao passar o
Governo a Anastasia, para se candidatar ao Senado deixou as finanças do
Estado, aí sim quase sem condições de assegurar os salários dos servidores.
E não é nenhum segredo e passível de ser apurado em uma auditoria séria que
os seus grandes feitos foram à custa, de cortes de salários, de recursos novos
como a transferência das contas do Estado para o Banco do Brasil, até então
sob a administração do Banco Itaú, e de empréstimos externos que acumulam
dividas significativas.
Portanto conclamo ao Senador, a por a mão na consciência e não repetir esse
gesto que em nada contribui para o seu discurso e seu histórico de vida e não
tem nenhuma influência positiva no seu projeto eleitoral.
Guarde suas energias para enfrentar as dificuldades e obstáculos que virão
durante sua campanha e procure mostrar os seus méritos reais com uma
agenda positiva, pois já é passado o tempo em que os brasileiros se estimulam
ao voto em função de chavões e oratória ufanista.
Aliás, uma característica ninguém tirava de Itamar, o seu raciocínio político e
perceptivo e por isso sempre me dizia que eu não me surpreendesse com o
comportamento dos seus aliados e não esperasse nada deles após a sua
morte, pois o conceito de amizade é bastante efêmero e a moeda da gratidão
não foi cunhada para muitos.
É lamentável constatar que ele realmente tinha razão..

 

 

 

 

 

3 respostas »

  1. Parabéns Ministro!!!
    Seu artigo esta muito coeso e repleto de verdades.
    A postura de critica e demerito para com parceiros demonstra falta de personalidade e incoerência , sem faltar com a falta de carater e etica.
    E ai ficaM as perguntas: – Onde estão os lideres do Brasil??? Em quem votar???Onde vamos parar com toda esta hipocrisia e deslealdade????
    Abraços,
    Huet

  2. Prezado Hargreaves,

    Não tenho, nem nunca tive apreço pelos tucanos.Não gosto dessa gente!!Nunca fui de admirar quem fica em cima do muro, e dele só desce, quando o vento lhe é favorável.
    Não vou aqui destilar os adjetivos que sempre observei, e pude concluir ao longo da vida públicado do Senador Aécio Neves, acredito piamente, que ele não mereça tanto do meu tempo. Já o saudoso Itamar Franco, sempre mereceu todo o meu respeito, admiração e orgulho.Homem probo, de caráter irrefutável e que nunca deixou-se seduzir pelo poder..Com toda sua coragem que lhe era peculiar, retomou a CEMIG (que havia sido vendida pelo tucano Eduardo Azeredo),com mãos de ferro,e assim sendo, devolveu aos mineiros o orgulho de possuir umas das maiores empresas de energia elétrica do mundo, cumprindo assim, uma de suas promessas de campanha.Já depois da gestão de Aécio ,a CEMIG já não se encontra em uma situação tão confortável, e a dívida da empresa segue a números alarmantes…mas, fazendo uma análise rápida da recente propaganda eleitoral do tucano mineiro,que me parece anda sofrendo de uma espécie de amnésia profunda, percebo que o desespero desse senhor é proporcional a sua tamanha ambição, ou seja,totalmente descabida.Não sei se tenho medo ou pena, ou até mesmo um dissoluto desprezo.A verdade é uma só, o tempo é o senhor da razão!
    Um dia um amigo me perguntou; se sabia qual a diferença entre poluição e o saneamento?E ele me respondeu;Poluição é jogar um tucano no rio, saneamento é jogar todos!!Concordei, e contínuo concordando….contra fatos não há argumentos!!

    Cordial abraço,

    Bethânia

  3. Parabéns Ministro Hargreaves … Como é bom saber que ainda existem amigos de verdade, que levanta no lugar daquele que descansa na eternidade e o defende contestando falácias maldosas para se alto promover, inverdades ditas pelo Senador Aécio Neves , para um povo mineiro e esquecendo de onde estava e como conseguiu galgar um espaço onde tantos tentam e não conseguem chegar somente com ajuda de uma pessoa tão especial , homem de grande valor , que não lutava somente por Minas , mas por toda a Nação Brasileira . Nosso inexquecivel Presidente Itamar Franco se em toda nossa vida conseguirmos , fazer um único amigo assim já valeu a pena ter passado por este planeta . Giselle Rocha

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: