Pular para o conteúdo

DIÁRIOS DA PRESIDÊNCIA

1322870-250x250

Conforme eu já havia antecipado, antes mesmo de conhecer a obra, permito-me recomendar a leitura do livro Diários da Presidência de Fernando Henrique Cardoso.

Em verdade, trata-se de um documentário, sem nenhum adendo literário ou mesmo político. É a expressão viva do dia a dia cumprido pelo ex Presidente, sem nenhuma preocupação de colocações pessoais, expressões utilizadas ou referências a terceiros, é a pura transcrição de memórias gravadas à medida que os fatos sucederam.

Demonstra claramente e com muita veracidade o que é a vida de um Chefe da Nação humano que é, com  suas depressões, suas angústias, suas alegrias, suas tristezas, doenças, revoltas e principalmente solidão. O sucesso é solidário, mas as dificuldades são solitárias.

Demonstra com exatidão o inevitável massacre psicológico das exigências político-partidárias e o que é mais surpreendente é que não são geradas pelos adversários, mas, ao contrário, quem mais postula e pressiona são os que em tese deveriam ser aliados.

Sua posse ocorreu em 1º de janeiro de 1995 e em finais de março desse ano ainda tinha que estar driblando vaidades e interesses nem sempre confessáveis para a formação de sua equipe.

O texto mostra um quotidiano cruel que tendo dormido bem ou mal, estando ou não cansado da jornada da véspera, começa  com aquela agenda mesclada de um varejo ao qual o Presidente deveria estar dispensado para cuidar de coisas mais sérias que se acumulam e que, podendo ou não, são inadiáveis.

São depoimentos verdadeiros que somente as pessoas que conviveram intimamente podem atestar e é por isso que o faço conclamando para que todos tomem conhecimento para não julgar friamente os atos cometidos sob uma pressão inimaginável e que é comum a todos que por lá transitaram e transitam.

Eu gostaria de poder comentar, principalmente os pontos mais relevantes, mas melhor será  que cada um leia o Livro e tire suas próprias conclusões.

Lamento, com sinceridade, que não tenha tido essa mesma lembrança de gravar o nosso dia a dia para poder transmitir à própria história, como fez FHC dando um grande presente à memória politica do Brasil.

4 respostas »

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: