Pular para o conteúdo

ADIANTA FALAR DO MEU TEMPO?

Diante de tanta “ modernidade” que destrói os valores sejam morais, intelectuais ou cívicos permito-me transcrever parte de um texto que ouvi nos idos da década de 1990, de autor desconhecido para quem me conhece possa entender muito do meu jeito de ser. Não adianta tentar explicar .. Nesse texto o autor mostra exatamente isso: Não adianta!!!!

O meu tempo.. ( autor desconhecido)

– Não adianta! Eu sou do tempo em que se respeitava o pai.. a mãe.. e os irmãos mais velhos.

Do tempo em que se pedia benção aos pais, aos avós e até aos tios.. Do tempo da primeira comunhão, todo de branco, terço e livrinhos de oração na mão e a palavra do Senhor dentro do coração!

Do tempo em que o padre parecia mesmo enviado de Deus..

Não adianta! Eu sou do tempo do andar descalço, sem medo e em plena liberdade. Do tempo em que se brincava de píque, esconde-esconde, cabra cega, de finca, de pião..

Das caçadas de estilingue.. e outras coisas mais! Do tempo em que sentava nos barrancos ou na beira da calçada.. Contava e ouvia estórias..simples e fantásticas, reais e sonhadoras..

Não adianta! Sou do tempo em que se tinha um lugar certo, um certo lugar na escola. Um só professor ou professora que conhecia a gente, a família da gente como se fosse parente . Sou do tempo em que a disciplina escolar era obedecida, os uniformes, a pontualidade, o silêncio respeitoso das aulas.! Os exames, as provas, os boletins com as notas bem graduadas que nos davam prêmios ou castigos..Sou do tempo do namoro gostoso, difícil, cuidadoso, tímido, demorado..! Do tempo em que fazia avenida, do vai e vem para travar conhecimentos….. dos primeiros olhares, demorados e mensageiros… Do tempo em que o beijo na boca, tão desejado, era a consagração do sentimento puro..! Do tempo em que o sexo tinha sabor do pecado mais gostoso do mundo!

Não adianta! sou do tempo em que os familiares se reuniam no grande almoço aos domingos.. do tempo das fotografias em conjunto, das poses de cada um…Do tempo em que se ouvia e se acreditava nos políticos !.. Do tempo em que valia a pena ouvir os discursos dos parlamentares, verdadeiros mestres no uso da linguagem, poderosos na comunicação.. sou do tempo das bandas nos coretos das praças.. dos concertos clássicos e populares.. Das musicas de todos os países e lugares.. cantadas ou tocadas por conjuntos, orquestras, cantores ou corais bem definidos e consagrados pela real qualidade..Sou do tempo dos auditórios silenciosos, dos aplausos graduados para a consagração.. Sou do tempo das serenatas espontâneas, da boemia sadia, do tempo da prostituição organizada, das mulheres da chamada vida fácil que aprendiam com seus amantes e ensinava aos jovens, como estudantes a arte de sexualizar.. Sou do tempo das parteiras que sabiam seguir os impulsos da natureza que faziam das jovens mães exemplos de maternidade.. Sou do tempo dos médicos que atendendo em casa se tornavam membros da família, conheciam bem de perto os desequilíbrios orgânicos de cada um .. Sou do tempo dos guardas noturnos..Dos Cosme e Damião, dos carteiros, dos padeiros, dos leiteiros, de nossas casas.. de nossas ruas.

Não adianta! Sou do tempo em que se escreviam cartas, em que se lia e declamava poesia, das quadrinhas apaixonadas! Não adianta.. não adianta mesmo! Sou do tempo de tantas coisas que não existem e não se fazem mais..De um tempo tão diferente do de hoje..!

Tempo, ai esse tempo ..Esse tempo que eu perco, tempo em que eu me descubro, cada vez mais deslocado, cada vez menos situado! Tempo ! Esse tempo que me fez assim preso ao meu tempo nessa vida temporária! Não adianta minha gente de ontem, de hoje e de amanhã.. Não adianta! Adianta??

Podem  malhar, mas eu ainda quero ser assim !!

 

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: