Pular para o conteúdo

PALHAÇADA TEM HORA…..

Pensei muito antes de divulgar matéria publicada pela Agencia Estado a respeito de uma compra feita pelo Presidente Temer em viagem à China. É que, segundo informações, a sola do seu sapato teve uma avaria fazendo com que fosse comprado um outro  em uma loja chinesa.

Surpreende-me a repercussão de uma fato corriqueiro a que qualquer pessoa pode estar sujeita em viagem, seja por necessidade ou por curiosidade. O que não nos parece crível é ver representantes da indústria brasileira, inclusive o Presidente da Associação Brasileira das Industrias de Calçados   se expor em sua revolta diante do fato  se oferecendo para doar um par de sapatos fabricado no Brasil como se o Presidente estivesse menosprezando o produto nacional com essa compra. Não sei da vida do referido senhor, mas será que ele nunca viajou ao exterior,  e se o fez,  nuca fez compra alguma para prestigiar a indústria nacional? Será que os brasileiros que vão á Disney desmerecem o produto nacional comprando lembranças no território americano? E a própria viagem nunca deveria ser feita porque estariam desprestigiando o turismo interno? Ah tenha a santa paciência… isto é uma palhaçada que deve ter hora própria para acontecer.

“Calçadistas reagem a sapato chinês comprado por Temer na China

A visita de Temer ao território chinês tinha, entre os objetivos, o de justamente ampliar o mercado nacional e aumentar a visibilidade do produto “made in Brazil”

Agência Estado

No sábado, Temer foi a um shopping chinês para comprar dois produtos que simbolizam a crise da indústria brasileira: sapatos e brinquedos (foto: Reprodução/ Twitter)

São Paulo – Pivô de reclamações dos calçadistas brasileiros, devido à concorrência considerada desleal, o sapato chinês foi parar nos pés de Michel Temer. Em visita à China, o presidente comprou um par do produto chinês e fez sucesso naquele país com fotos publicadas nas redes sociais, mas indignou os fabricantes brasileiros.

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) pretende presentear o presidente com uma sapato nacional, sem lhe cobrar nada, “para que ele possa verificar a qualidade”, disse seu presidente Heitor Klein. Michel Temer foi a um shopping chinês no sábado, 3, à tarde para comprar dois produtos que simbolizam a crise da indústria brasileira: sapatos e brinquedos. Em sua primeira viagem internacional, o peemedebista gastou o equivalente a R$ 389 em um par de calçados e R$ 195 em um cachorro eletrônico que fala chinês. Na loja de sapatos Satchi, a vendedora se surpreendeu ao saber que havia atendido o presidente do Brasil e pediu para tirar uma foto ao lado dele. A marca é sediada em Guangdong, província do sul do país que foi o destino de várias fábricas de calçados que deixaram o Rio Grande do Sul nos 1990, em um dos principais exemplos de transferência de tecnologia e de empregos do Brasil para a China. Até então, o país asiático não tinha know-how de produção de sapatos de couro. O site do jornal oficial chinês publicou uma foto do presidente brasileiro experimentando um par de sapatos de couro. A visita de Temer ao território chinês tinha, entre os objetivos, o de justamente ampliar o mercado nacional e aumentar a visibilidade do produto “made in Brazil”. Por isso mesmo, a compra do sapato acabou não pegando bem. Ainda assim, o presidente da Abicalçados tentou minimizar a situação. “Não há nenhum constrangimento, nenhuma sensação de tristeza nem mal-estar.”

 

 

4 respostas »

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: