Pular para o conteúdo

REFLEXÕES

Estarrecido com os acontecimentos que se avolumam diariamente, vemos que o noticiário após o turbulento processo de afastamento da Presidente da República, fato gravíssimo em qualquer democracia, tende a piorar no sentido do alivio da sociedade como um todo.

As instituições, baluartes de um equilíbrio político-sociais cada vez mais combalidas. Em todos os Poderes da Nação os alicerces se abalam com supostos envolvimentos de seus membros transmitindo à opinião pública um ambiente de incerteza e desesperança.

As denuncias que ocupam as primeiras páginas dos jornais e capas das revistas atingem membros do Legislativo, do Executivo e do Judiciário e até, às vezes. do Clero.

Antigamente quando não se desejava analisar a queixa de alguém se mandava “queixar com o Bispo”. Atualmente nem mesmo com ele.

O fato é que estamos caminhando para um futuro inimaginável uma vez que ninguém se entende mais e os que deveriam estar buscando soluções só pensam em sí mesmo e no próprio umbigo.

No momento em que o país vive uma das maiores crises no campo da economia, o desemprego galopando, a convulsão social se aproximando, suas excelências disputam cargos e se conflitam em busca do Poder.

Os próprios integrantes do Judiciário no qual deveríamos depositar nossa confiança se digladiam em espetáculos midiáticos repletos de vaidades quando deveriam estar recolhidos em suas tarefas de analises dos processos que lhes são distribuídos com a imparcialidade que lhes é devida.

Enquanto isso o país se desintegra ao olhar complacente dessa elite dirigente e tomado pela perplexidade de denuncias que não se sabe se são verdadeiras, com vazamentos indevidos antes de suas comprovações e mesmo sem ser homologadas por quem de direito e criminosamente divulgadas com um único intuito de tumultuar o que já está tumultuado e pior ainda se for por interesses não confessáveis.

O Congresso entrará em recesso daqui a poucos dias, prazo em que se espera que sejam votadas as matérias impopulares extremamente necessárias para a recuperação da economia.  Sem levar em conta que é ilegal a divulgação dos termos de delação antes de sua homologação, porque publicar essa cópia da delação de um diretor de uma empreiteira neste momento, quando não teria nenhuma consequência prática se o fizesse após a votação dessas matérias? Quem autorizou esses vazamentos? Qual o interesse disso?

E também a nossa valorosa imprensa que tem prestado grandes serviços ao país deve se acautelar, principalmente por sua capacidade de manipular a opinião pública, quando na divulgação de depoimentos prestados à Justiça já caminha na penalização dos que sejam citados.

É bom lembrar o que dispõe o § 16 do art. 4º da Lei 12.850/13: “.  Nenhuma sentença condenatória será proferida com fundamento apenas nas declarações de agente colaborador”

Temos que exigir por todos os meios a punição implacável dos corruptos que ostensiva ou sorrateiramente tenham dilapidado o património público, mas daí a criminalizar toda a classe política sem separar o joio do trigo, é um desserviço com graves consequências para a preservação de nossa democracia já fragilizada.

Temos que refletir detidamente sobre tudo isso.

Há tempos publiquei para alertar no sentido de que devemos, sim, bradar pela honestidade, se insurgir contra a corrupção e pela punição dos autores, sem complacência, mas  nos informando  devidamente e procurar agir somente quando estivermos muito certos da verdade e não percamos de vista o famoso  Intertexto de  Bertolt Brecht,  que me permito transcrever mais uma vez (já postei em outra  oportunidade):

“Primeiro levaram os negros

Mas não me importei com isso

Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários

Mas não me importei com isso

Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis

Mas não me importei com isso

Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados

Mas como tenho meu emprego

Também não me importei

Agora estão me levando

Mas já é tarde.

Como eu não me importei com ninguém

Ninguém se importa comigo.”

 

 

2 respostas »

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: