Pular para o conteúdo

COLAGEM

Conforme já havia anunciado, estou retornando com o oferecimento de um trabalho de colagem executado por GABRIEL HENRIQUE PERES ANKER HARGREAVES.

Alguém já  disse: “Se uma imagem vale mais que mil palavras, quanto vale uma colagem?

É natural que o leigo não saiba com exatidão o sentido dessa arte. Busquei uma conceituação em Wikipédia sobre o seu significado para que todos possam compreender e interpretar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Colagem – Majid Farahani

Colagem é a composição feita a partir do uso de matérias de diversas texturas, ou não, superpostas ou colocadas lado a lado, na criação de um motivo ou imagem. Foi utilizada por Picasso e Georges Braque, entre outros. Ela é uma técnica não muito antiga, criativa e bem divertida, que tem por procedimento juntar numa mesma imagem outras imagens de origens diferentes[1][2].

A colagem já era conhecida antes do Século XX, mas era considerada uma brincadeira de crianças. O cubismo foi o primeiro movimento artístico a utilizar colagem. Os cubistas colavam pedaços de jornal ou impressos em suas pinturas. A colagem como procedimento técnico tem uma história antiga, mas sua incorporação na Geografia do século XX, com o cubismo, representa um ponto de inflexão na medida em que liberta o artista do jugo da superfície. Ao abrigar no espaço do quadro elementos retirados da realidade – pedaços de jornal e papéis de todo tipo, tecido, madeira, objeto e outros -, a pintura passa a ser concebida como construção sobre um suporte, o que dificulta o estabelecimento de fronteiras rígidas entre pintura e escultura.

Técnicas de colagem foram utilizados pela primeira vez na época da invenção do papel na China , cerca de 200 aC. A utilização da colagem, no entanto, manteve-se muito limitada, até o século 19 no Japão , quando calígrafos começaram a aplicar o papel colado, com textos sobre superfícies, ao escrever seus poemas.

A técnica de colagem apareceu na Europa medieval , durante o século 13. Folha de ouro painéis começou a ser aplicado em catedrais góticas em torno do séculos 15 e 16. Gemas e outros metais preciosos foram aplicados a imagens religiosas, ícones , e armas .

No século 19, os métodos de colagem também foram utilizados entre colecionadores de memorabília (isto é, aplicado a álbuns de fotos ) e livros (isto é, de Hans Christian Andersen , Carl Spitzweg ).

Estudioso na matéria GABRIEL HENRIQUE  dedica seus momentos disponíveis para realizar o seu trabalho cujo exemplo demonstro agora:

 

 

Gostaram?

Depois tem mais…

 

4 respostas »

  1. O que te falei ontem? Um futuro artista, futuro nada já é!

    Faço questão e aplaudo como avó suas criações!!!!!

    Aguardo tudo Neneca

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: