Pular para o conteúdo

Mineiros

Nesses tempos de quarentena forçada a gente tem que buscar o assunto para ver  o tempo passar.

Resolvi trazer algumas pérolas de Minas Gerais, meu Estado querido. São “ causos” e contos que a gente ouve por lá:

“ OS SETE MISTÉRIOS (INSONDÁVEIS) DE MINAS

Os Dez Mandamentos

I’1— Mineiro só é solidário no câncer. Às vezes, na autópsia.

29 — O importante não é o fato, e sim a versão.

39 — Ao adversário não se pede nada. Nem mesmo demissão.

49 — Aos amigos, tudo; aos inimigos, a lei. Se possível.

59 — Respeitar: padre que arranja votos, juiz que apura os votos e soldado que garante a posse.

69 — Ao líder compete comandar: “Preparemo-nos! ” E “Vão! ”.

7? — Voto comprado é progresso. Compra-se o que tem valor.

89 — Em briga de políticos, perdem os dois.

9? — Mais vale quem o governo ajuda do que quem cedo madruga.

10? — É conversando que a gente se entende. Mas conversa entre mais de dois é comício.

 

O Culto de Tiradentes

 O gosto pelo silêncio faz do mineiro sempre um confidente. Não abrir o jo­go, nunca, é sua atitude permanente. Inconfidência — disse uma vez o depu­tado José Maria Alkimim — só a registrada nos livros: a “Inconfidência Minei­ra”, episódio de que os mineiros se orgulham, porque lhes assegurou uma pági­na imortal nos anais da história do País, mas que fica apenas nisso, na reverên­cia respeitosa.

Mesmo porque se conta que em Minas, quando a criança já começa a en­tender as coisas, é comum os pais levarem-na a Ouro Preto para visitar o Museu de Tiradentes e com ela travar um diálogo.

O pai, apontando para a estátua do Alferes, pergunta:

— “Ocê sabe, meu filho, quem foi este? ”

“Não, papai! ”

“Meu filho, este foi Joaquim José da Silva Xavier, o homem que morreu em holocausto pela nossa Pátria, que deu sua vida para livrar-nos do jugo por­tuguês. Um herói, um grande homem, meu filho…”

“Papai, que maravilha!…”

“Sim, meu filho, uma maravilha. Mas não se empolgue. Foi este o único mineiro que ficou contra o governo e terminou esquartejado…vamos, filho, va­mos. Anote o nome, respeite, mas não imite o gesto. ”

A pausa e a conclusão

Organizava-se o Partido Popular em Minas e o seu presidente de honra, o Deputado Magalhães Pinto, permanecia alheio aos esforços para estruturar o partido desenvolvido por Tancredo Neves, o presidente nacional, preferindo di­vidir o seu tempo entre Brasília e Rio de Janeiro digerindo aqui e lá os rela­tórios que lhe mandavam ou recebendo telefonemas sobre o desenvolvimento das ações políticas em seu Estado. Ao lado da estruturação do PP, corria tam­bém em Minas a notícia de que tomava corpo a candidatura do Senador Tan­credo Neves ao governo do Estado, candidatura que nascia à revelia de Maga­lhães, que com relação a ela não foi ouvido nem cheirado.

E foi nesse clima que em seu gabinete na Câmara o Doutor José de Maga­lhães Pinto, líder civil da Revolução de 1964, o Ministro das Relações Exterio­res do Governo Costa e Silva, o fundador do Banco Nacional, o ex-Presidente do Senado, o homem que derrotou Tancredo Neves em 1960 para Governador de Minas, foi procurado por um grupo de jornalistas.

“Doutor Magalhães, como está o PP em Minas? ”

“Estão arrumando o PP.”

“E por que o senhor não vai ajudar a arrumar? ”

“Porque o Tancredo está arrumando e, quando tudo estiver arrumado, eu vou até lá. ”

Os jornalistas se entreolharam. E nova investida:

“Doutor Magalhães, o Senador Tancredo Neves é candidato ao gover­no de Minas? ”

“Bom, ele me disse lá em casa que não é.…”

“E o que o senhor acha? ”

“Eu não acho nada. Ele me disse que não é…

Fez se uma pausa, Magalhães mandou pedir um cafezinho, delicadamente servido, e ninguém falou mais uma palavra. De repente, abrindo um sorriso para espanto de todos, Magalhães abriu a boca e falou, “Mas é..”—

 A Filosofia das Ruas, segundo Último de Carvalho ( Ex-Deputado federal)

“Carro oficial é como esfinge do Senhor Morto, em procissão de enterro: se a gente tira a mão dele, só em outra Semana Santa consegue pegar-lhe a alça. E, assim mesmo, chegando à Igreja antes de a Procissão sair. ”

“O AI-5, para a democracia, ê como o mandacaru para o nordestino: não dá sombra nem encosto…”

“O PSD estruturou-se no Poder, para o poder…”’

“A UDN reestruturou-se na oposição, para a oposição. ”                            

“O PSD, quando governo, consolidava-se, para continuar governo. ”

“A UDN, quando governo, renunciava, para continuar oposição. ”

“A minha filosofia ê que ninguém ê contra nós, mas a favor de outros. ”

“O que é a Praça dos Três Poderes? Três Poderes: dois de frente e um de fundos? Precisa dizer mais? ”

 

– Um mineiro chega um dia, bem cedo, ao Palácio do Catete para uma audiência com o Presidente Getúlio Vargas. Na ante sala encontra-se com o Ministro da Educação, Gustavo Capanema, que, ao vê-lo de óculos escuros, pergunta:

“O que é isso, moço?

“Uma conjuntivite nos olhos.”

Rapaz isso , é  pleonasmo!”

O mineiro despediu-se e entrou para falar com Vargas, que lhe fez a mesma pergunta:

“O que foi isso , de óculos escuros?”

“Presidente, o médico lá em Minas me disse que era uma conjuntivite nos olhos. Mas o Capanema, que quer ser mais sabido que os médicos, me disse que é um pleonasmo. ”

\ A língua Surrealista

Que língua falam os mineiros? Segundo o jornalista Tarcísio Holanda, um cearense: “eles  têm  um dialeto próprio”.

-Poesia:

Ocê é o colírio du meu ôiu.
É o chicrete garrado na minha carça dins.
É a mairionese du meu pão.
É o cisco nu meu ôiu (o ôtro oiu – eu tenho dois).
O rechei du meu biscoito.
A masstumate du meu macarrão.

Nossinhora!
Gosto dimais da  conta docê, uai.

Ocê é tamém:
O videperfume da minha pintiadêra.
O dentifriço da minha iscovdidente.

Óiprocevê,
Quem tem amigossim, tem um tisôru!

Ieu guárdêsse tisouro, com todu carinho ,
Du Lado isquerdupeito !!!
Dentro do meu Coração!!!

AMO ocê, uai!!!

BRIGADO PELO CARIN cumqueu sempre pude contá!!!!

Um bejo bem moiado e lambido!!!

 

Dá pra se divertir um pouco..

Excelentes as matérias postadas

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: