HISTORINHAS…

Contaram-me uma historinha em minha passagem pelo Jequitinhonha, que dois amigos, pilantrinhas até.., foram a um casamento muito chique. Vamos dizer que era o José e o Pedro. Ao entrar no salão, uma mesa bem posta, cheia de talheres de ouro brilhava aos olhos de quem ali passava. Um deles, o José, deu um passo... Continuar Lendo →

CLAQUES ELEITORAIS

Caminhávamos pelo Estado de Minas Gerais na campanha eleitoral de 2010 na qual Itamar Franco se candidatava ao Senado Federal. Chegávamos de Montes Claros e estávamos em Uberlândia em passeata pelo centro da cidade, acompanhados por um grande grupo de seguidores que se avolumava à medida em que o evento se desenrolava até chegar à... Continuar Lendo →

POESIA MINEIRA

Ocê é o colírio du meu ôiu. É o chicrete garrado na minha carça dins. É a mairionese du meu pão. É o cisco nu meu ôiu (o ôtro oiu - eu tenho dois). O rechei du meu biscoito. A masstumate du meu macarrão. Nossinhora! Gosto dimais DA conta docê, uai. Ocê é tamém: O... Continuar Lendo →

INCONSEQUÊNCIA

A época eleitoral nos oferece verdadeiras pérolas que se assemelham ao ridículo. Tudo é motivo para contestação ou para louvação. Parece que os candidatos têm necessidade de aparecer de qualquer forma e daí, perdem o sentido do freio, e acabam descendo morro abaixo. Me ocupei de ver com tranquilidade as repercussões da presença da Presidente... Continuar Lendo →

TORRE DE BABEL CAIPIRA…..

Decretei um recesso voluntário à esperando  que algo de novo ocorresse para sair da mesmice. O País está parado. A economia sendo corroída, A vida das pessoas estagnada. As instituições se desmoronando. A perplexidade se estabelecendo em face da falta de alternativa. Cada porta que se abre dá passagem a fatos que jamais poderíamos imaginar... Continuar Lendo →

O NAUFRÁGIO DO NAVIO CHAMADO BRASIL

Transcrito o texto de Luiz Henrique Horta Hargreaves ( Orlando. Fl USA) Imaginem a seguinte situação. Há uma enorme massa de pessoas, que está em um determinado local e precisa sair dali, para poder prosperar. Surge um comandante de navio e oferece seus serviços. A proposta é de transportar todas as pessoas para um lugar... Continuar Lendo →

PARLAMENTARISMO?

Lembro-me da minha angustia nos idos de minha chegada a Brasília, Oriundo dos quadros do Exército, tendo feito concurso publico para a Secretaria da Câmara dos Deputados, aguardava a data da posse no cargo, com os ouvidos colados no rádio, ouvindo as noticias da Capital, se o Congresso seria fechado ou não. Com a renuncia... Continuar Lendo →

JÁ ESTÁ PASSANDO A HORA..

  Leio hoje uma crônica de um colunista que cita o desacerto entre os Poderes da União e apresenta uma série de fatores que causam essa anomalia democrática. Passo então a relembrar os meus tempos iniciais de convivência com a realidade politica do país, nos idos de 1962, na Brasília empoeirada, canteiro de obras, a... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑