Pular para o conteúdo

AS TIRADAS DE MILTON CAMPOS

Nos bons tempos o meio de transporte de Brasilia para Minas Gerais era um DC-3 da VARIG, ou DC-4 do Loyde ou o Scandia da VASP. Todos tinham que voar baixo por questões de pressurização. Com isto pegava-se todo o tipo de turbulência disponível no trajeto.

Em um determinado final de semana a bancada mineira se aglomerou no rústico aeroporto de Brasilia, de tábuas, para se aventurar à volta para casa e dentre eles o Senador Milton Campos.

Tão logo decolou, o DC3 cumpriu o seu papel de cruzar os céus do Planalto aos trancos e barrancos pulando mais que burro bravo, conforme dizia o  nosso caboclo. Ninguém falava nada. Um silêncio profundo só interrompido pelos gritos da filha mais nova do Deputado Geraldo Freire, morrendo de medo do avião e de levar uns tabefes.

Lá pelas tantas o Senador Milton Campos levanta-se e vai ao toalete e na volta estava quase verde de tão pálido. No que tomou o seu assento a comissária muito solícita lhe pergunta:

” Senador o senhor está com falta de ar?” De imediato ele responde:” Não, minha filha,  estou com falta de terra..”

Esse era o nosso Dr Milton…

1 resposta »

Deixe uma resposta para Bethânia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: